Quase metade das mães acima do peso tem dificuldade em reconhecer que seus filhos, também com sobrepeso, não estão saudáveis, de acordo com estudo americano realizado na Brown School, da Universidade Washington, e publicado pelo jornal britânico “The Independent”. A pesquisa comprova que essas mães tendem a subestimar a obesidade nos seus filhos.

Os autores da pesquisa entrevistaram 230 mães de crianças em idade pré-escolar (de 3 a 5 anos), e 41% delas consideraram o sobrepeso ou a obesidade em seus filhos como “peso normal”. Apenas 20% das mães com excesso de peso admitiram que os seus filhos apresentavam sobrepeso. E somente 3% das participantes do estudo superestimaram o peso da criança.

Para realizar esse estudo, os pesquisadores pediram às mães para preencherem um questionário sobre a alimentação dos seus filhos, no qual foram abordadas as seguintes perguntas: “Eles assistem à TV durante as refeições?” “Você mesma serve o alimento?” “Eles comem o suficiente?” Além disso, mães e filhos tiveram o peso e a altura medidos.

“Este estudo incluiu apenas mães que estavam com sobrepeso ou obesas, o que pode, em parte, explicar a alta taxa de subestimação”, declarou Rachel Tabak, principal autora da pesquisa. “Isso é preocupante, e outras pesquisas recentes mostram que filhos de mães obesas são menos propensos a reconhecer o seu próprio peso, bem como o de suas mães”, acrescentou.

Portanto, fique atento aos sinais de que seu filho pode estar acima do peso. Na dúvida, procure imediatamente o pediatra.