Num mundo cheio de alimentos industrializados é difícil manter a garotada longe das guloseimas. Dados do Ministério da Saúde revelam que o consumo de produtos ultraprocessados começa ainda nos primeiros anos: 40,5% das crianças menores de cinco anos bebem refrigerante com frequência e 60,8% das crianças menores de dois anos comem biscoitos ou bolachas recheadas. Resultado: uma em cada três crianças brasileiras está acima do peso. Para saber quais são os alimentos mais prejudiciais à saúde dos pequenos, principalmente nos primeiros anos de vida, consultamos a nutricionista Clarissa Fujiwara, do Departamento de Nutrição da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO) e coordenadora de Nutrição da Liga de Obesidade Infantil do HC-FMUSP.