Rio de Janeiro, RJ (junho 2015) — Nesta quinta-feira, 11 de junho, a Amil lança nas suas redes sociais o vídeo Desenhos da Verdade – mais uma ação do movimento Obesidade Infantil NÃO, iniciado pela empresa em 2014, com peças de comunicação criadas pela agência Artplan. O novo filme, disponível no link youtu.be/kQppFnb13Eg, mostra um grupo de crianças, com idades por volta dos seis anos, com a tarefa de desenhar as comidas de que mais gostam e, em seguida, alguns legumes e verduras. 

O resultado da ação foi surpreendente: quase todas elas não souberam ilustrar alimentos como beterraba, abobrinha, couve-flor e rúcula, que contêm componentes importantes para uma dieta equilibrada. Mas todas souberam traçar no papel o cardápio favorito: pizza, chocolate, batatas fritas e cachorro-quente, entre outros. O vídeo também mostra o depoimento dos pais antes do início da produção dos desenhos e suas reações após verem as imagens criadas – quando reconhecem a necessidade de promover um maior contato dos pequenos com comidas mais saudáveis. Em seguida, a nutricionista Ana Maria Roma chama a atenção para o fato de a obesidade infantil ser um problema de saúde pública e destaca a necessidade de mais atenção das famílias na hora de compor as refeições.

“Quando a propaganda consegue a relevância de se tornar uma real contribuição à educação, à saúde, ao bem-estar e à qualidade de vida, é muito gratificante. Essa ação fez tudo isto de uma vez só, reforçando ainda uma campanha integrada com o vídeo para as redes sociais. Eu, que tenho filhos pequenos, fico ainda mais feliz de participar deste projeto”, comenta Alessandra Sadock, Diretora de Criação da Artplan.

Odete Freitas, diretora de Sustentabilidade da Amil, também ressalta a importância do cuidado com a saúde começar pela educação. “O movimento Obesidade Infantil NÃO visa levar informações qualificadas à sociedade sobre a epidemia da doença no Brasil. Hoje, uma em cada três crianças no país está acima do peso. Nessa nova fase do movimento, queremos mostrar como é possível construir hábitos alimentares saudáveis desde a infância, e como as atitudes dos responsáveis são determinantes no futuro dos filhos.”